Faça uma cotação ou ligue para 4004-4946

Filtrar
Pesquisas

Aumenta procura do trabalhador por alimentação saudável, afirmam 56% dos estabelecimentos comerciais

17/02/17 17:47

Sodexo divulga Pesquisa ASSERT Preço Médio da Refeição 2016, que mostra aumento de 53% na demanda por frutas, 65% na procura por sucos naturais e 61% por legumes e verduras.

Sodexo divulga Pesquisa ASSERT Preço Médio da Refeição 2016, que mostra aumento de 53% na demanda por frutas, 65% na procura por sucos naturais e 61% por legumes e verduras

O trabalhador brasileiro está cada vez mais preocupado com a qualidade de sua alimentação. A constatação é da Pesquisa ASSERT Preço Médio da Refeição 2016, divulgada pela Sodexo, que verificou a percepção sobre a procura por refeições saudáveis em estabelecimentos comerciais de todo o Brasil.

Segundo os responsáveis pelos restaurantes, bares, lanchonetes e padarias consultados, essa maior atenção dos trabalhadores é demonstrada pelo aumento do consumo de alimentos considerados saudáveis: 56% dos entrevistados disseram que seus clientes estão preocupados com sua alimentação: 53% deles percebem um aumento na procura por frutas nos últimos dois anos, 61% notam que os clientes estão comendo mais verduras e legumes e 65% observam aumento no consumo de sucos naturais.

PREÇO MÉDIO

De acordo com o estudo, encomendado pela ASSERT (Associação das Empresas de Refeição e Alimentação Convênio para o Trabalhador) e realizado pelo Datafolha, nas grandes cidades os brasileiros desembolsam em média R$ 30,48 para uma refeição completa, composta por: prato principal, uma bebida, sobremesa e café. Para um trabalhador que ganha um salário mínimo, o valor mensal gasto com o almoço fora de casa, de segunda a sexta-feira, representa 76,2% de sua renda.

Acompanhe abaixo o Preço Médio da Refeição Completa por Região:

Região 2016
Centro-Oeste R$ 26,73
Norte R$ 28,48
Nordeste R$ 29,18
Sudeste R$ 30,93
Sul R$ 31,74
Brasil R$ 30,48
  •  Região Centro-Oeste (preços nas cidades): Campo Grande (R$ 23,05), Goiânia (R$ 23,68), Cuiabá (R$ 26,26) e Brasília (R$ 28,10).
  •  Região Norte (preços nas cidades): Belém (R$ 27,88), Manaus (R$ 28,70) e Palmas (R$ 28,79).
  • Região Nordeste (preços nas cidades): Maceió (R$ 24,33), Jaboatão dos Guararapes (R$ 26,43), Teresina (R$ 26,67), Salvador (R$ 26,80), João Pessoa (R$ 28,59), Fortaleza (R$ 29,90), Recife (R$ 30,75), Natal (R$ 34,68), Aracaju (R$ 35,37) e São Luís (R$ 35,57)
  • Região Metropolitana de São Paulo: Diadema (R$ 25,29), São Caetano do Sul (R$ 26,03), Santo André (R$ 26,61), Guarulhos (R$ 26,62), Taboão da Serra (R$ 27,20), Osasco (R$ 27,37), São Bernardo do Campo (R$ 28,04), Barueri (R$ 28,06) e São Paulo (R$ 30,98).
  • Interior e litoral de São Paulo: São José dos Campos (R$ 25,77), Jundiaí (R$ 27,53), Sorocaba (R$ 28,44), Ribeirão Preto (R$ 31,20), Campinas (R$ 33,01) e Santos (R$ 34,83).
  • Rio de Janeiro: Duque de Caxias (R$ 24,84), Nilópolis (R$ 25,80), São Gonçalo (R$ 28,46), Macaé (R$ 31,41), Nova Iguaçu (R$ 32,01), Rio de Janeiro (R$ 37,38) e Niterói (R$ 37,52).
  • Minas Gerais e Espírito Santo: Uberlândia (R$ 23,45), Serra (R$ 24,48), Belo Horizonte (R$ 24,52), Vitória (R$ 26,69) e Vila Velha (R$ 27,41).
  • Região Sul (preços nas cidades): São José dos Pinhais (R$ 22,17), Canoas (R$ 24,34), Curitiba (R$ 31,22), Joinville (R$ 31, 76), Porto Alegre (R$ 32,52), Florianópolis (R$ 35,18) e Blumenau (R$ 38,29).

SODEXO OFERECE CONSULTORIA ON-LINE GRATUITA ÀS EMPRESAS

Referência na oferta de benefícios que trazem mais qualidade de vida às pessoas e contribuem para a melhoria dos resultados das empresas, a Sodexo Benefícios e Incentivos oferece gratuitamente uma ferramenta de consultoria on-line para empresas de todos os tamanhos, segmentos e regiões do Brasil.

Ao visitar o site www.precomediosodexo.com.br, os empresários podem consultar os valores do benefício refeição sugeridos pela pesquisa de acordo com o local informado. Empresários do Rio de Janeiro e São Paulo podem, inclusive, conhecer os valores médios por bairro. O recurso também permite a comparação de valores de diferentes cidades e tipos de refeição, algo importante para análises por parte de organizações que possuem unidades em diferentes localidades e com perfis de funcionários distintos.

“Ao proporcionar aos seus funcionários mais qualidade de vida por meio do acesso à alimentação saudável, as empresas obtêm ganhos importantes com o engajamento, satisfação e produtividade de suas equipes. Além disso, as organizações cadastradas no PAT – Programa de Alimentação do Trabalhador podem desfrutar de incentivos fiscais e isenção de encargos sociais sobre o valor do benefício concedido”, destaca Simone Perretti, gerente de Produtos da Sodexo Benefícios e Incentivos.

METODOLOGIA DA PESQUISA

Para a edição de 2016 da pesquisa, o Datafolha entrevistou, entre dezembro de 2015 e janeiro de 2016, 4.560 estabelecimentos comerciais de 51 municípios brasileiros, sendo 23 capitais, distribuídos pelas cinco regiões geográficas do Brasil. Foram visitados restaurantes, bares, lanchonetes e padarias que oferecem refeições em prato, acomodação em mesa, e que aceitam pelo menos um tipo de vale-refeição. Nestas entrevistas, foram obtidos 5.436 preços de pratos, aos quais foi aplicada uma média ponderada para refletir a maior proporção de estabelecimentos do tipo autosserviço (por peso ou preço fixo) e comercial (prato feito simples) em relação a restaurantes com menu executivo ou serviço à la carte.

“O objetivo da Pesquisa ASSERT Preço Médio da Refeição é apresentar um retrato dos preços das refeições fora de casa e aferir a percepção dos proprietários dos estabelecimentos comerciais em relação à alimentação saudável, uma vez que um dos preceitos do PAT é exatamente incentivar que os trabalhadores optem por uma dieta mais nutritiva e equilibrada”, explica Artur Almeida, diretor da ASSERT.

 

PAT 40 ANOS

Em 2016, a divulgação dos resultados da Pesquisa ASSERT Preço Médio da Refeição marca o aniversário de 40 anos do Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT), um dos programas sociais mais importantes do País. Instituído pela Lei nº 6.321, de 14 de abril de 1976, e gerido pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social, o programa garante a quase 20 milhões de trabalhadores brasileiros o acesso a uma alimentação adequada, além de incentivos fiscais às empresas participantes. Ao aumentar a qualidade de vida e a produtividade dos trabalhadores e suas famílias, este subsídio ajuda a aumentar também a lucratividade das empresas e a competitividade da economia brasileira.

Dados do PAT em 2015, segundo o Ministério do Trabalho e Previdência Social:

  • Trabalhadores beneficiados: 19,513 milhões, sendo 16,2 milhões (83,2%) com renda mensal de até cinco salários mínimos
  • Número de empresas com trabalhadores no programa: 223,4 mil
  • Empresas fornecedoras de alimentação: 13,8 mil
  • Empresas prestadoras de serviços em alimentação coletiva: 249
  • Profissionais habilitados em nutrição vinculados ao programa: 22,2 mil

 

Sobre a ASSERT

Com 35 anos de atuação no mercado de vales alimentação e refeição e 20 associadas, a ASSERT é a principal entidade a representar o setor, exercendo um importante papel de agente social ao apoiar e difundir as ações do Programa de Alimentação do Trabalhador – PAT.  Ao lado do Ministério do Trabalho, ajudou a viabilizar no Brasil um modelo vencedor e que hoje é referência mundial. Seu papel é intensificar o diálogo entre empresas operadoras e atores envolvidos na execução do PAT.

 

Sobre a Sodexo Benefícios e Incentivos

É a empresa do grupo francês Sodexo, líder mundial em serviços de qualidade de vida. Tem em sua missão desenhar, gerenciar e entregar serviços para empresas de todos os portes, segmentos e regiões do Brasil com o objetivo de melhorar a qualidade de vida diária das pessoas e contribuir para o desenvolvimento econômico, social e ambiental das cidades, regiões e dos países em que atua.

Atende aproximadamente 89 mil clientes, que representam 6,4 milhões de usuários, com uma rede de 392 mil estabelecimentos credenciados em todo o País com serviços únicos no mercado de benefícios, gestão de despesas, incentivos e reconhecimento: Refeição Pass, Alimentação Pass, Cultura Pass, VT Pass, Combustível Pass, Gift Pass, Alimentação Pass Natal, Brinquedo Pass, Premium Pass, Frota Pass e Apoio Pass.

Veja também

Pesquisas

Crise faz brasileiro reduzir a prática de atividade física

17/05/17 10:13

Levantamento da Sodexo Benefícios e Incentivos aponta que 48% dos brasileiros diminuíram a frequência de atividade física

Pesquisas

Preço médio da refeição no Sudeste aumentou 7,5% no último ano

30/03/17 09:44

O aumento é um dos principais fatores que fazem o benefício refeição do trabalhador acabar antes do fim do mês