Filtrar
Aceite Sodexo em seu Estabelecimento

6 tendências e mudanças no setor gastronômico para a retomada das atividades comerciais

28/07/20 13:17

Leia no artigo como bares e restaurantes podem se adaptar para superar a crise causada pela pandemia

 

Retomada das atividades comerciais - 6 tendências para bares e restaurantes

 

A crise da pandemia de coronavírus trouxe muitas incertezas para diversos setores comerciais, porém, de forma gradual, a flexibilização está permitindo que alguns locais voltem a funcionar presencialmente. A retomada da economia e das atividades no setor gastronômico deve ser feita com cuidado e planejamento.

É fundamental avaliar as mudanças que estão sendo implementadas, priorizando a segurança dos clientes e funcionários, garantindo a higiene necessária para os ambientes e os hábitos de proteção individuais e coletivos.

Neste artigo, vamos entender como o está o setor gastronômico brasileiro e as principais tendências pós-pandemia nessa área. Além disso, mostraremos algumas estratégias de gestão que ajudam a superar a crise. Continue a leitura!

Entenda como está o setor gastronômico brasileiro

O setor gastronômico brasileiro foi diretamente afetado pela pandemia. De acordo com estudo da Associação Nacional de Restaurantes (ANR), 72% dos estabelecimentos já demitiram durante esse período. Além disso, aponta que 76% não tiveram sucesso ao recorrer a novas linhas de crédito.

Uma pesquisa do Sebrae, em parceria com a Food Consulting, estima que 20% dos estabelecimentos já fecharam em definitivo e até outros 30% podem não suportar os próximos meses. Diante das dificuldades apresentadas pelo mercado, é fundamental buscar soluções e se preparar para enfrentar o momento.

6 principais tendências no setor de bares e restaurantes na pós-pandemia

A criatividade e o planejamento são conceitos-chave para os estabelecimentos se adaptarem e superarem os prejuízos causados pela pandemia. Confira 6 tendências no setor de bares e restaurantes para essa retomada da economia pós 2020!

1. Investimento significativo em delivery

Com os bares e restaurantes fechados por muito tempo, os consumidores precisaram optar pelo delivery para consumir seus produtos e pratos favoritos. Como essa modalidade ganhou força durante esse período, essa é uma tendência que deve permanecer para o futuro, pois os clientes perceberam que essa opção é confortável e prática. Será preciso gerar uma inovação na gastronomia na retomada, para atrair os clientes de volta presencialmente.

Mesmo com a reabertura dos estabelecimentos, muitos clientes continuarão a usar esse canal para realizar seus pedidos. Portanto, vale a pena apostar na melhora desse serviço e garantir a fidelização dos consumidores. 

2. Redesenho do salão de atendimento

Outro passo necessário para o setor gastronômico é redesenhar o salão de atendimento. Os estabelecimentos estão voltando ao atendimento presencial, mas para isso, precisam garantir o distanciamento social entre os clientes. Dessa forma, mesas e cadeiras estão sendo retiradas e reposicionadas para trazer mais segurança para os consumidores.

3. Ampliação do uso de materiais descartáveis

Também é importante que haja uma inovação na gastronomia e no espaço. Garantir uma mesa "vazia", sem saleiro, guardanapo e outros objetos. Os talheres, pratos e copos convencionais exigem o manuseio de muitas pessoas, passando pela mão dos clientes, garçons, entre outros funcionários.

Por isso, a utilização de materiais descartáveis também deve ser ampliada. Para que essa estratégia traga os efeitos desejados, eles devem ser embalados individualmente, diminuindo o risco de contágio de forma significativa. Dar preferência a materiais sustentáveis, que se desintegram mais facilmente na natureza, ajuda a transmitir uma imagem positiva aos clientes. 

4. Elevado padrão de higiene

Os cuidados com a higiene estão entre os bons hábitos que adquirimos na quarentena e são uma necessidade em qualquer estabelecimento comercial. É preciso disponibilizar álcool em gel para todos os envolvidos na operação, como clientes e funcionários.

Além disso, a higienização deve ser constante, além de ser importante conscientizar o público sobre a importância da utilização das mascaras, higienizar as mãos, não compartilhar talheres e manter a distância minima de 1 metro. Portanto, não economize nesse aspecto, demonstrando aos consumidores que o seu negócio valoriza a segurança de cada profissional e cliente.

5. Valorização dos espaços ao ar livre

Os espaços ao ar livre diminuem a propagação dos vírus e, por isso, tendem a ser mais seguros e procurados pelos clientes. Dessa maneira, os estabelecimentos que oferecem essa opção podem atrair mais consumidores, garantindo um ambiente aberto e com ventilação natural.

6. Cardápio online

Outra estratégia interessante é oferecer o cardápio online para os consumidores, pois a tecnologia é uma boa opção para resolver diversos problemas. Inovações tecnológicas na gastronomia são sempre bem-vindas. Dessa maneira, o estabelecimento evita que os garçons e clientes tenham que tocar constantemente em um mesmo objeto.

O bar ou restaurante disponibiliza as informações diretamente no dispositivo móvel do cliente, que pode acessar o cardápio online no site do restaurante, por meio de um QR Code, entre outras estratégias tecnológicas. Se necessário, invista na contratação de profissionais remotos para desenvolver esse sistema.

Principais estratégias de gestão que são complementares para superar a crise

Algumas estratégias de gestão também são importantes para superar a crise, agindo de forma complementar às tendências apontadas no tópico anterior. Confira algumas medidas administrativas que trazem mais competitividade para o estabelecimento!

Revisão da jornada de trabalho da equipe

Mesmo com a retomada da economia e do setor gastronômico, a capacidade máxima de atendimento será diminuída inicialmente, pois os consumidores ainda estão receosos e a necessidade de distanciamento diminuirá a quantidade de atendimentos.

Por isso, é preciso readequar os funcionários de acordo com a demanda. Outra opção está na redução da jornada de trabalho, aplicando rodízio entre os profissionais, o que exige uma escala organizada.

Revisão de contratos com fornecedores e prestadores de serviços

Para a retomada da economia, também é importante considerar a revisão de contratos com fornecedores e prestadores de serviços. As transformações no cenário comercial, provavelmente, mudaram as necessidades do seu negócio. Por isso, é fundamental rever essas parcerias e estabelecer novas diretrizes, que estejam de acordo com a demanda do momento.

Renegociação de financiamentos

Os estabelecimentos também devem considerar a renegociação de financiamentos, pois essa é uma estratégia que traz mais segurança para o orçamento nesse momento. É possível trabalhar com a prorrogação dos prazos ou a busca por juros mais baixos, conseguindo mais recursos para a retomada e tempo para os pagamentos.

Neste artigo, trouxemos algumas tendências que devem acompanhar o setor gastronômico na retomada das atividades pós-pandemia. É fundamental considerar esses elementos para reorganizar os estabelecimentos e garantir mais competitividade para esse momento de reestruturação. Com os cuidados e atitudes necessárias, é possível superar as dificuldades, caminhar para o sucesso, garantindo a saúde e segurança dos clientes.

Gostou de conhecer mais sobre este assunto? Então, aproveite para compartilhar o artigo nas suas redes sociais e contribua para que mais estabelecimentos se preparem para essa retomada da economia brasileira!