Filtrar
Gestão de Pessoas

Como distribuir felicidade no ambiente de trabalho

27/04/18 15:52

Confira uma entrevista com Jenn Lim, CEO e CHO da Delivering Happiness. Ela explica como a felicidade dos funcionários pode ser um fator competitivo para qualquer empresa.

Como implantar uma política de gestão de bem-estar na sua empresa

Jenn Lim é uma especialista em motivação na empresa, em fazer profissionais se sentirem felizes no trabalho. Ela acumula as funções de CEO e CHO (sigla de Chief Happiness Officer) da Delivering Happiness, uma provedora de treinamento e consultoria sobre felicidade e bem-estar para equipes de trabalho.

O que é o gerenciamento do bem-estar e como ele pode estimular a qualidade de vida dos profissionais? 

A gestão do bem-estar está focada em priorizar a felicidade e a qualidade de vida no trabalho como parte da cultura da empresa. Essa iniciativa de motivação dentro da empresa alivia o estresse e promove o equilíbrio entre vida pessoal e profissional. Promover uma cultura que tem no centro o bem-estar dos colaboradores permite que eles foquem em si mesmos, tragam positividade e energia para suas equipes. Na ponta, isso melhora substancialmente a experiência do cliente.


Como uma empresa inicia uma abordagem baseada na gestão do bem-estar?

Toda a empresa precisa estar comprometida com a mudança e a aceitação do programa de bem-estar precisa ser de todos, independentemente de seu cargo ou posição. É importante definir um cronograma de implantação, com KPIs claros relacionados a engajamento e bem-estar, que vão ajudar a direcionar as mudanças. Como é um trabalho a longo prazo, é importante investir em ações que vão promover e manter a cultura da empresa sempre na mente dos colaboradores. A motivação na empresa pode ser feita por meio de workshops, treinamentos e encontros para integração entre times.

Como comunicar a mudança para os funcionários?

Quando fazemos esse trabalho para uma empresa, observamos quais são os valores mais importantes da organização e identificamos quais são os comportamentos que dão suporte a eles. Se um valor fundamental é a transparência, nós buscamos iniciativas e ferramentas que permitam aos colaboradores serem transparentes uns com os outros. Dessa forma, eles começam a viver seus valores, ao invés de apenas decorá-los. A gestão do bem-estar para combinar trabalho e felicidade só é sustentável quando a empresa cria hábitos e práticas em torno dessa questão.

Como você faz seus colaboradores perceberem que suas opiniões e impressões são compreendidas e consideradas importantes para  empresa?

 

Isso é parte da mudança de cultura. Muitas organizações têm funcionários que acreditam não ser ouvidos. Abrir espaço para entender como os colaboradores veem seu trabalho e a cultura da empresa é uma oportunidade de melhora. A escuta ativa pode ser feita a partir de conversas regulares e pesquisas de clima, por exemplo. No entanto, o que realmente diz aos funcionários que a empresa está atenta aos seus pedidos são as entregas feitas com base no conteúdo dessas conversas.

A gestão do bem-estar é algo viável apenas para grandes empresas?

Não. A felicidade no ambiente de trabalho e o bem-estar são essenciais para todos os tipos e tamanhos de negócio. São fatores que afetam a produtividade, a retenção de talentos e impactam até mesmo nos custos com seguro saúde.  Seja qual for o tamanho da sua empresa, colaboradores infelizes podem fazer o negócio desviar da rota de crescimento.

A Sodexo tem soluções em benefícios, assistências e premiações que podem fazer a diferença na satisfação de seus funcionários, trazendo resultados positivos para sua empresa. Conheça nossas soluções e seja nosso cliente.

 

Saiba mais: veja ações para motivar seu funcionário.

 

Leia também:

É possível trabalhar e ser feliz no mesmo lugar?

Focar na felicidade pode alavancar sua carreira