Filtrar
Gestão de Pessoas

5 dicas de gestão de frotas para iniciantes

12/08/20 18:11

Administrar uma frota de veículos requer disciplina e paciência – e, claro, ferramentas específicas, como o Wizeo, da Sodexo

Conceitos de gestão de frota para iniciantes

Engana-se quem pensa que a gestão de frotas corresponde apenas à prática de controle de saída e chegada dos veículos de uma empresa. Na verdade, a administração logística é fundamental, mas a gestão de frotas vai além disso e pode, inclusive, afetar outros setores da empresa.

 

Se uma entrega chega com atraso, por exemplo, isso compromete o prazo prometido pelo departamento de marketing e pode também atrapalhar novas vendas. Por isso, é importante que os administradores entendam alguns princípios básicos da gestão de frotas:

 

1)      Controle de combustível

 

O combustível é uma das principais preocupações de um gestor de frotas. Felizmente, há recursos que podem ajudar. O Wizeo, sistema de gerenciamento de frotas da Sodexo, é um grande aliado nesse caso.

 

A plataforma de acesso do gestor permite estabelecer valores prévios em um cartão combustível para cada motorista e negociar descontos com postos parceiros, otimizando os recursos da empresa. Wizeo permite ainda aos gestores alterar os limites online dos cartões, sempre que necessário, liberar restrições e consultar em tempo real o gasto com combustível de cada veículo.

 

Para os usuários, é possível consultar o saldo do cartão combustível da Sodexo em tempo real, encontrar postos que aceitam o Wizeo e traçar a melhor rota até o posto.

 

Tudo isso colabora para o controle de gastos e permite melhor gestão de frotas. E tem mais dicas pela frente!

 

2)      Treinamento de condutores

 

Empresas de logística e fretes precisam determinar padrões de atendimento e entregas. Por isso, motoristas devem passar por programas de capacitação que envolvam aspectos como direção segura e responsável, manutenção básica dos veículos, preservação de mercadorias e procedimentos de emergência.

 

Um condutor bem treinado deixa de ser um profissional que simplesmente leva algo a algum lugar e passa a ser um aliado da empresa.

 

3)      Monitoramento de rotas

 

A tecnologia atual, com os sistemas de monitoramento por GPS, traz várias vantagens para o dia a dia do gestor de frotas. Além de ajudar a determinar os melhores percursos, gerando economia em combustível e pedágios, o monitoramento de rotas funciona como dispositivo de segurança tanto na prevenção de assaltos quanto de acidentes.

 

4)      Análise de custos

 

Análise de custos não significa, necessariamente, corte de despesas. Isso porque algumas despesas, como as de manutenção preventiva, não podem ser cortadas e, no longo prazo, funcionam como uma garantia contra gastos ainda maiores, no caso de falhas mecânicas e acidentes.

 

Por isso, o gestor de frotas precisa conhecer os detalhes de cada centavo investido nos veículos para identificar eventuais excessos ou mau direcionamento de recursos.

 

5)      Controle de documentação

 

É preciso que o gestor de frotas faça a administração de documentos dos veículos, a gestão de possíveis multas recebidas pelos condutores, recolha notas fiscais e defina regras de consumo. Isso também pode ser feito no Wizeo, da Sodexo, em uma plataforma online e intuitiva para os gestores.

 

Saiba mais

Confira vantagens do Wizeo para gestores de frotas

Confira vantagens do Wizeo para usuários do cartão combustível

Confira vantagens do Wizeo para postos de gasolina