Faça uma cotação ou ligue para 4004-4946

Filtrar
Gestão de Pessoas

Como tirar o melhor de uma equipe multigeracional

27/01/17 11:40

Dicas para entender melhor os integrantes de suas equipes de trabalho, independente da idade de cada um

A construção de um espaço de trabalho que compreenda diferentes faixas etárias é um grande desafio dentro das empresas. Confira, a seguir, cinco passos importantes para entender melhor os integrantes de suas equipes de trabalho, independente da idade de cada um.

Conheça melhor seus funcionários – Não estamos falando apenas de habilidades profissionais, o gestor deve saber o que importa para cada geração. Quais são suas expectativas e preferências no trabalho? Entre os Millenials (ou Geração X, nascidos entre 1980 e 1990), por exemplo, ser reconhecido por seus superiores e receber elogios no local de trabalho é um fator de satisfação profissional. É possível fazer essa mesma análise para outras gerações que trabalham juntas em uma mesma esquipe.

Ajuste sua linguagem para cada geração (Tradicionalistas ou Millenials) – Tradicionalistas tendem a manter um comportamento formal dentro do ambiente de trabalho; os Millenials gostam de ir direto ao ponto e se comunicam por e-mail. Para profissionais de gerações distintas, é necessário pensar em formas de comunicação distintas. Iniciativas que motivem e dialoguem de forma segmentada têm conseguido resultados benéficos em algumas companhias: maior retenção de talentos e maior engajamento dos colaboradores.

Promova troca de habilidades entre as gerações – Muitas empresas têm conduzido programas que visam a troca de conhecimento entre os funcionários. Os mais jovens podem ensinar os experientes a se entrosar com tecnologias digitais, enquanto o segundo grupo pode ensinar aos novatos algumas estratégias já consolidadas dentro do mundo corporativo. Isso torna a equipe de trabalho mais coesa e unida.

Adapte-se às prioridades de cada grupo – Saber onde os funcionários estão pessoal e profissionalmente e onde querem estar no futuro é primordial. Será que não é hora de fazer um sistema flexível de recompensas dentro da empresa? Um recém-formado, por exemplo, valoriza oportunidades de treinamento e desenvolvimento; já um Boomer (nascidos depois do fim da 2ª Guerra Mundial) busca prestígio e reputação. Um bom sistema de gratificações segmentado certamente trará mais engajamento à sua equipe de trabalho.

Concentre-se em construir uma cultura única – Também há muitas expectativas e desejos em comum entre todas as gerações. Em geral, as pessoas gostam de ser desafiadas, bem pagas, tratadas de forma justa, desejam ter oportunidades de aprendizado e desenvolvimento e buscam um equilíbrio entre trabalho e vida. Assim, apesar de termos diversas gerações convivendo dentro de um mesmo espaço, é possível, sim, construir um denominador cultural dentro das empresas.

Veja também

Gestão de Pessoas

Comemorar as pequenas conquistas no trabalho é fundamental

06/09/17 12:30

Confira no artigo três métodos comprovadamente eficazes para reconhecer seus colaboradores

EstudosGestão de Pessoas

Qual o valor da cultura da empresa para os colaboradores?

05/09/17 14:21

Trabalhar em um ambiente de trabalho inspirador faz diferença. Pesquisa da Sodexo mostra como os profissionais enxergam a importância da cultura corporativa.