Filtrar
Gestão de Pessoas

Por que trocar a tradicional cesta de Natal por um cartão?

04/12/20 11:00

Não precisar carregar uma caixa cheia de mantimentos depois do expediente é apenas um do motivos. Confira!

A capa do primeiro disco do cantor e compositor Chico Buarque, que traz um retrato do músico feliz ao lado de um em que aparece com o semblante sério, viralizou em forma dos mais diversos memes.

Agora na época de Natal, um deles faz particularmente bastante sucesso: o que traz o cantor feliz com a frase “ganhei chocotone” – e depois o Chico sério quando descobre que “era panetone”.

Cartão é melhor do que cesta física

Piadas à parte, é difícil mesmo acertar na escolha dos produtos de uma cesta de Natal para uma empresa inteira, por isso, o cartão de Natal, ou o vale-presente, é a melhor forma de presentear o colaborador. O João do financeiro prefere peru enquanto a Neuza do comercial gosta de tender. A Patricia de vendas tem horror a frutas cristalizadas e o Paulo da TI não pode nem sentir o cheiro de nozes porque já fica empipocado. Impossível atender a todos.

 

Isso sem contar vários outros transtornos. Um deles é fazer o colaborador voltar para casa, de ônibus ou metrô, com aquela cesta pesada no ombro, pingando peru descongelado. De fato, acertar no presente de Natal para funcionários pode ser um desafio!

 

Outro é o tempo que o RH da empresa gasta para pesquisar cada um dos itens que vai compor a cesta, além de ter que controlar a validade dos alimentos, armazená-los ou lidar com as exigências e os custos de logística. O incentivo de Natal não precisa causar tantos incômodos assim!

 

Como evitar tudo isso? Willian Tadeu Gil, diretor de Relações Institucionais da Sodexo Benefícios e Incentivos, tem a resposta. “A evolução das cestas de Natal é o cartão digital”, diz, referindo-se aos cartões de Natal corporativos.

 

 

O Alimentação Pass Natal da Sodexo pode, segundo Willian, ser usado em uma ampla rede credenciada de supermercados, hipermercados, atacarejos e afins espalhados pelo país, proporcionando bem mais liberdade do que a cesta de Natal para colaboradores, você não acha?

 

A praticidade é evidente. “Em vez de sair com uma cesta pesada, o colaborador tem um cartão com um saldo que pode ser gasto como ele preferir”, diz o executivo. “Assim, ele faz valer sua liberdade de escolha e se sente mais valorizado.”

 

Para a empresa, também há várias vantagens no cartão de Natal corporativo. “Disponibilizar o crédito é muito rápido e fácil”, avisa o executivo.

 

Além disso, o RH elimina os custos com armazenamento de itens e não precisa se preocupar em distribuir cestas pela empresa. “A empresa tem certeza de que está proporcionando mais comodidade e satisfação para seu funcionário.”

logo-draft.png O artigo sobre vale-presente e cartão de Natal corporativo é resultado uma parceria da Sodexo com o Projeto Draft.

Conheça mais.