Faça uma cotação ou ligue para 4004-4946

Filtrar
Gestão de Pessoas

ROI + VOI: uma combinação vencedora

19/04/17 17:31

O que faz um programa de incentivo de funcionário ser bem-sucedido?

Para avaliar o impacto positivo dos programas de incentivo e reconhecimento de funcionários,  grandes empresas tradicionalmente adotam a abordagem "hard data" para mensurar o Retorno sobre o Investimento (Return of Investment - ROI). No entanto, na medida em que as empresas reconhecem melhorias que visivelmente acontecem – mas são mais difíceis de quantifica, uma medida mais flexível chamada de Valor sobre o Investimento (Value of Investment -VOI) está ganhando espaço.

A Sodexo realizou um estudo sobre o uso do VOI e mostra que líderes empresariais de todo o mundo percebem melhorias evidentes no desempenho ao ter funcionários mais felizes. Por isso, é bom investir em motivação empresarial! Saiba mais:

Os programas de reconhecimento visam o engajamento dos funcionários

Na área de Benefícios e Incentivos, estudos realizados por entidades como Gallup, Corporate Leadership Council e Willis Towers Watson apontaram que o reconhecimento está totalmente relacionado com a melhoria do engajemento dos funcionários. E esse envolvimento, por sua vez, influencia positivamente o desempenho no trabalho e comportamentos relacionados às atividades profissionais. Empresas que buscam ativamente melhorar a motivação profissional e o engajamento também conseguirão aumentar o valor do negócio e poderão superar a concorrência.

Dessa forma, embora os benefícios de investir no engajamento sejam inegáveis, medir com precisão o impacto de programas específicos é mais importante do que nunca. Tradicionalmente, as empresas se concentram exclusivamente em determinar se os benefícios de um programa, expressos em valor monetário, superam os custos.

Em outras palavras, determinam o ROI do programa. Para chegar ao ROI, as empresas buscam resultados quantificáveis como taxas de rotatividade, produtividade ou número de faltas. Mesmo sendo uma base de medida há anos, esse levantamento é unidimensional e não abrange todos os fatores que afetam o desempenho de um profissional. Especialistas do setor estão agora indicando a necessidade de se explorar e avaliar os benefícios menos tangíveis gerados a partir do reconhecimento.

Medindo o “imensurável”

O conceito de ativos intangíveis que contribuem para o desempenho organizacional foi introduzido pela Gartner, líder mundial em pesquisa e consultoria em tecnologia da informação. A longa lista de exemplos intangíveis inclui: construção de conhecimento, capacidade de colaborar, criação de uma forte cultura corporativa global, aumento da motivação no trabalho e do engajamento de funcionários e, também, mudança dos valores e atitudes culturais no local de trabalho.

Mas como atribuir um valor em dólares para uma melhora na comunicação entre a equipe, para ter relações mais colaborativas ou para ser reconhecido como o "melhor lugar para trabalhar"? Quais os custos associados à perda de um funcionário extremamente talentoso para um concorrente? Quanto uma empresa economiza se os funcionários estão comprometidos e satisfeitos? Embora intangível, a abordagem VOI traz um valor real para o negócio e a força de trabalho. O VOI mostra o "quadro geral" do retorno do negócio – incluindo aspectos monetários, bem como medidas de valor "mais flexíveis".

Um bom exemplo dos benefícios de uma medida de valor "mais flexível" é a felicidade dos funcionários. Embora pareça ser mais complicado de medir do que outros indicadores quantificáveis ​​de ROI, poderá ser analisado por pesquisas de satisfação de funcionários. Pesquisadores descobriram que, quando reconhecidos, 86% dos funcionários se sentem mais felizes, 85% ficam mais satisfeitos com o emprego e 70% até afirmam estarem mais felizes quando estão em casa.

Criar uma atmosfera que tenha como objetivo ser o "melhor lugar para trabalhar" contribui muito para que os funcionários se sintam valorizados e, também, colabora para resultados mensuráveis. Por exemplo, empresas com funcionários satisfeitos superam a concorrência em 20%. Funcionários felizes também são 12% mais produtivos, produzem 37% mais vendas e ficam 10 vezes menos doentes do que seus colegas insatisfeitos com o trabalho.

Essas medidas VOI vieram à tona quando a Sodexo pesquisou 4.805 líderes empresariais em todo o mundo, em um estudo sobre qualidade de vida nas Pequenas e Médias Empresas. O Sodexo descobriu que nove em cada dez líderes notaram uma melhoria no ambiente de trabalho e na reputação corporativa quando se concentraram em melhorar a qualidade de vida dos funcionários no trabalho. Embora esses retornos tenham sido qualitativos, 70% também alegaram que realmente aumentaram o faturamento.

“Na economia dos dias atuais, valores mais difíceis de quantificar como reputação, colaboração e retenção de talentos são fundamentais para ganhar vantagem competitiva”, diz Mia Mends, CEO da Inspirus e da área de Serviços de Benefícios e Incentivos da Sodexo nos EUA. “Embora o ROI seja suficiente para a análise tática, concentrar-se em pontos "soft data" é uma maneira de avaliar de forma mais robusta o potencial estratégico dos programas de reconhecimento e o valor total do investimento a longo prazo".

Encontrar o equilíbrio correto

Com muita frequência, as empresas se concentram nos “hard data” e nos aspectos financeiros ao avaliar os investimentos. No entanto, somente com uma combinação de ROI e VOI uma empresa poderá ter uma visão verdadeiramente detalhada de todos os benefícios de seu programa de reconhecimento. Depois que prioridades claras são definidas e avaliadas, as empresas poderão expandir programas bem-sucedidos, redesenhar programas de baixo desempenho e descontinuar programas ineficazes.

É importante também reconhecer e motivar colaboradores que lidam diretamente com seus clientes.

Saiba mais sobre programas de motivação para trabalhar: Reconhecimento Além do Dinheiro.

Veja também

Gestão de Pessoas

Comemorar as pequenas conquistas no trabalho é fundamental

06/09/17 12:30

Confira no artigo três métodos comprovadamente eficazes para reconhecer seus colaboradores

EstudosGestão de Pessoas

Qual o valor da cultura da empresa para os colaboradores?

05/09/17 14:21

Trabalhar em um ambiente de trabalho inspirador faz diferença. Pesquisa da Sodexo mostra como os profissionais enxergam a importância da cultura corporativa.