Filtrar
Gestão de Pessoas

Melhores práticas para acelerar o equilíbrio de gênero no local de trabalho

09/06/17 11:42

Confira com as empresas podem aumentar a representação de melhores em cargos de liderança

Por Rohini Anand, PhD

Vice Presidente Sênior e Chefe Global de Diversidade da Sodexo

No início do ano, a McKinsey e o LeanIn.org publicaram o relatório Women in the Workplace, que mostrou que as mulheres são pouco representadas nas organizações, especialmente nos níveis sêniores de liderança. De acordo com o relatório, as mulheres “vivenciam um campo de jogo desigual, com chances de crescimento menores a cada nível. Há uma lacuna persistente na liderança nos cargos mais altos e a diversidade de gênero não é considerada uma prioridade na maioria das empresas. Apesar de programas destinados ao equilíbrio entre vida pessoal e profissional serem numerosos, a participação é baixa entre ambos os sexos devido à preocupação de que utilizá-los possa afetar negativamente a carreira”.

Avançar no equilíbrio de gênero, especialmente nos cargos de liderança, precisa ser intencional e requer compromisso nos níveis mais sêniores da organização. Entre as melhores práticas para aumentar a representação de mulheres em cargos de liderança, estão:

  • Incentivar o crescimento de talentos femininos com patrocínio ativo, desafios que aumentem a visibilidade dessas profissionais e criação de programas de mentoring que auxiliem as mulheres a avançar em suas carreiras.
  • As comunicações feitas pela liderança devem fazer com que os funcionários percebam que a diversidade de gênero é uma prioridade.
  • Incentivar uma cultura de flexibilidade na qual o equilíbrio real entre vida profissional e pessoal seja uma alavanca fundamental para o engajamento de todos os colaboradores.
  • Criar uma cultura inclusiva na qual redes profissionais que tenham o equilíbrio de gênero como tema forneçam oportunidades para networking, desenvolvimento e engajamento.
  • Trabalhar com a área de Recursos Humanos para garantir que os processos de contratação, promoção, engajamento e retenção de talentos sejam neutros quanto ao gênero e abordar quaisquer imparcialidades inconscientes que possam existir na execução desses processos.
 Na Sodexo, o equilíbrio de gênero não é apenas um valor central, mas também um fator que direcionamento essencial para os negócios e o desempenho.  A estratégia de gênero da Sodexo é coordenada pelo Women’s International Forum for Talent (SWIFt), uma comissão dedicada a promover o avanço das mulheres globalmente, com foco em mulheres em cargos operacionais e da área financeira, duas áreas nas quais as mulheres são tradicionalmente pouco representadas. Para saber mais sobre a SWIFt e outras iniciativas inclusivas da Sodexo, acesse o Relatório de Inclusão e Diversidade Global.