Filtrar
Sodexo Club

Alimentação saudável e exercício físico

04/11/21 13:22

Esses dois hábitos são fundamentais para você ter mais qualidade de vida! Leia mais no artigo do Programa Viver Bem

 

Exercícios e alimentação saudável

 

Para atingir uma qualidade de vida melhor, não devemos falar em adotar uma dieta X ou praticar um tipo de treino Y. Estamos falando, na verdade, em adotar um estilo de vida que busque atingir bem-estar entre a saúde do corpo e a da mente, em ler dicas de alimentação saudável e exercícios físicos.

Por falar nisso, é praticamente impossível atingir tal feito sem que haja o “casamento” de dois hábitos fundamentais em nosso dia a dia: alimentação saudável e exercício físico.

Como conseguir ter uma alimentação mais saudável?

Alimentação saudável diária não tem segredos: aderir ao consumo de alimentos in natura, ou seja, aqueles que obtemos pela natureza, como sementes, legumes, verduras, frutas, raízes e tubérculos, e aos alimentos minimamente processados já é um passo importante para uma alimentação mais nutritiva e balanceada.
 
Já os alimentos processados – produtos relativamente simples, como enlatados e conservas – devem ser ingeridos moderadamente. Os ultraprocessados devem ser evitados, já que possuem baixo valor nutricional e, geralmente, grande quantidade de sódio, açúcares, gorduras e conservantes, contribuindo para o aumento do sobrepeso e o surgimento de doenças crônicas, como a obesidade.

Assista o vídeo:
Alimentação saudável para exercícios físicos

O que é ter uma alimentação saudável? Uma alimentação saudável consiste em um cardápio balanceado e que comporte todos os nutrientes de que o nosso corpo precisa. Em resumo, é o famoso “comer de tudo”, mas com moderação e responsabilidade.
 
Cada indivíduo possui necessidades nutricionais que irão variar de acordo com: o gênero, metabolismo, prática esportiva, rotina e condições de saúde. A ingestão desses nutrientes fornece energia para o bom funcionamento das atividades vitais e as ações práticas do cotidiano.

Isso é o que chamamos de ingestão energética total, ou seja, é a metabolização dos nutrientes, como carboidratos, gorduras, proteínas, álcool e fibras (sim, o álcool também possui kcal).  

 

Leia também
Mitos e verdades: alimentação e exercícios físicos


Já se perguntou como é o processo de engordar e emagrecer?

O balanço energético é o equilíbrio entre a energia consumida e gasta pelo nosso corpo. Quando consumimos uma quantidade de calorias superior à de que precisamos, sem gastá-las , causamos um desequilíbrio positivo, resultando na deposição energética e no acúmulo nos tecidos gordurosos, ou seja, aqueles “quilinhos” a mais. Agora, quando consumimos uma quantidade calórica inferior à de que o corpo precisa, causamos um desequilíbrio negativo, resultando na perda de peso.  A boa alimentação e atividade física contribuem para o equilíbrio do organismo.


Por que precisamos nos exercitar?

Estudos científicos já observaram inúmeras vezes os benefícios que a prática rotineira de atividades físicas oferece à nossa saúde física e mental. Entre esses benefícios estão: prevenção de doenças como hipertensão, doenças cardíacas, AVC, diabetes, alguns tipos de câncer e depressão, além de reduzir o estresse e a ansiedade, melhorar o humor e aumentar a disposição e o desempenho físico. Como já disse o poeta: cuidar do corpo é cuidar da alma  – e a atividade física proporciona isso!

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), devemos realizar cerca de 150 minutos semanais de atividade física leve ou moderada – aproximadamente 20 minutos por dia – ou, pelo menos, 75 minutos de atividade física semanal de maior intensidade – cerca de 10 minutos de treino diário. Visando ao emagrecimento, são indicados 300 minutos.

Quero me exercitar. Por onde começo?

Quer dicas para uma vida saudável? O primeiro passo antes de mais nada é iniciar com atividades que não exigem muito preparo físico e, gradativamente, introduzir um tempo para se exercitar em sua rotina. Procure um local agradável, podendo ser espaços ao ar livre, como parques e praças. Caso isto sirva de motivação, convide alguém para fazer as atividades junto – uma boa companhia sempre faz bem. Por fim, o prazer também é importante para a saúde, ou seja, faça algo que lhe agrade, como dançar, caminhar, jogar bola e até brincar com as crianças.

Respeite o seu corpo!

É muito comum ficarmos presos a resultados e objetivos que almejamos conquistar quando começamos a realizar algum exercício físico. No entanto, devemos respeitar os limites físicos e clínicos que o nosso corpo pode ter. Exatamente por essa razão, a prática de qualquer exercício físico, principalmente os mais rigorosos, deve ser orientada por um profissional de educação física, e qualquer dieta, restrição alimentar ou suplementação deve ser avaliada por um nutricionista. Atividade física e alimentação saudável devem andar de mãos dadas.



Lembre-se de que o principal objetivo de uma alimentação saudável e da prática de atividade física é conquistar uma qualidade de vida melhor, e não o contrário. ;-)

Este conteúdo foi produzido pelo Programa Viver Bem, o Programa de Saúde, Bem-Estar e Qualidade de Vida da Sodexo Benefícios e Incentivos, que tem como objetivo promover um estilo de vida saudável a todos os públicos, apoiar ações de educação alimentar e qualidade de vida, além de melhorar a situação nutricional dos trabalhadores brasileiros no ambiente de trabalho – e fora dele.

Fontes: Ministério da Saúde, Organização Mundial da Saúde e Guia Alimentar para a População Brasileira

Leia mais sobre exercícios e atividade física:

Verão: oportunidade de inserir mais movimento na sua vida!

 

Dicas para praticar exercícios ao ar livre