Oferecer vale-transporte traz alguma isenção fiscal para a empresa?

Sim, o empregador pode descontar até 6% do salário bruto do funcionário que recebe o vale-transporte

Se os custos de transporte para ir e voltar do trabalho excederem os 6% do valor total do salário, o empregador terá que arcar com custos. 

E se os custos com vale transporte forem menores do que 6%, o empregador deverá descontar apenas o valor real referente a este custo.

Sabia que a Pluxee tem uma solução 100% digital para gestão de vale-transporte? O Pluxee VT faz o serviço de intermediação da compra dos créditos para cada funcionário, levando em consideração a melhor rota e a utilização do benefício por cada colaborador. Com isso, você ganha tempo para outras atividades e reduz seus custos com a oferta do vale transporte.