Saiba tudo sobre os novos benefícios corporativos neste artigo sobre mitos e verdades.

Mito ou verdade? Entenda tudo sobre benefícios flexíveis

14 Junho 2023

Está na dúvida se vai contratar? Já ouviu falar sobre o tema, mas não sabe se vale a pena? Seu lugar é aqui! Falamos tudo sobre essa opção que tem agradado os profissionais

Cada pessoa tem necessidades específicas. Elas mudam de acordo com o perfil, o estilo de vida, a família, o endereço e muitas outras características. Por isso, os benefícios flexíveis têm ganhado destaque no mercado. 

Trata-se de um recurso capaz de atender às demandas individuais dos profissionais. Alguns exemplos: para quem tem filhos, um auxílio-creche pode ser interessante. Já àqueles que desejam fazer uma pós-graduação, vale mais a pena ter uma ajuda voltada à realização do curso. O resultado dessa personalização? Mais satisfação e, consequentemente, produtividade.

Mas você sabe realmente o que são benefícios flexíveis e como utilizá-los dentro da empresa? É o que contamos por aqui. Olha só o que vem a seguir:

  • O que são benefícios flexíveis?

  • 9 mitos e verdade sobre o tem

O que são benefícios flexíveis nas empresas?

Trata-se de um pagamento extra oferecido aos funcionários, além do salário. Esse modelo de plano de benefícios permite que cada um escolha quais benefícios deseja receber de acordo com seus hábitos e necessidades. E mais: o saldo é gerenciado pelo próprio colaborador, conforme suas demandas.

Na maior parte das vezes, isso acontece por meio de um cartão de benefícios flexíveis pré-pago com diferentes carteiras (chamadas de wallets de benefícios) embutidas. No entanto, há regras bem claras para garantir que a destinação dos recursos seja adequada (falaremos delas mais à frente).

Trata-se de uma opção que assegura liberdade de escolha, característica cada vez mais decisiva para a atração e a retenção de talentos.

Em suma, a companhia busca entender junto ao time quais são os melhores benefícios de empresas para cada indivíduo e, com nessas informações, consegue montar um pacote de benefícios flexíveis atrativo. 

Mas vale tudo? O que não pode na prática? Quais são as leis dos benefícios flexíveis? É seguro? Te respondemos tudo a seguir!

Mitos e verdades sobre benefícios flexíveis

Bora lá saber o que é verdade e o que não é sobre o tema!

1 - Ofertar benefícios flexíveis é simples.

Verdade! Basta encontrar uma operadora que trabalhe com esse modelo e, em seguida, criar uma carteira de benefícios com base no perfil dos funcionários para usufruir das vantagens dos benefícios flexíveis. Dessa forma, a empresa proporciona maior liberdade de escolha à equipe.

2 - É obrigatório oferecer benefícios flexíveis.

Mentira! De acordo com a Consolidação das Leis de Trabalho (CLT), a companhia deve disponibilizar, necessariamente, os seguintes recursos: Vale transporte que de acordo com a lei do vale-transporte, empresas que contratam profissionais sob o regime da CLT devem disponibilizam o Vale Transporte, décimo terceiro salário, intervalos durante a jornada, férias remuneradas e FGTS. Descubra aqui quais são os benefícios obrigatórios.

Há ainda outras opções que, apesar de não serem obrigatórias, podem fazer parte de acordos trabalhistas, como o vale-refeição e o vale-alimentação.

É sempre importante ressaltar que os benefícios ligados às refeições são regulamentados pelo Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT), regido pela lei nº 6.321. Tal legislação foi criada em 1976 para assegurar a cada funcionário o acesso a uma alimentação nutricionalmente adequada.

3 - A flexibilidade pode ser aplicada em vale-alimentação e vale-refeição.

Não. O PAT não permite que o saldo referente à compra de gêneros alimentícios e de refeições prontas, respectivamente, seja utilizado para outros fins. E é papel da companhia assegurar que essa destinação do benefício seja adequada.

4 - Mas dá para migrar o saldo do vale-refeição para o vale-alimentação?

Não. A lei do PAT prevê a destinação correta de cada um dos benefícios. Isso quer dizer que o saldo deve ser utilizado para o que foi previsto inicialmente, não podendo ser transferido de um para o outro.

O vale-alimentação deve ser usado para a compra de gêneros alimentícios em supermercados. Já o vale-refeição é direcionado para a compra de refeições prontas em restaurantes.

5 - A oferta de benefícios flexíveis pode implicar em problemas para a empresa.

É verdade. Quando um benefício é oferecido em dinheiro, por exemplo, pode configurar salário e causar um processo trabalhista no futuro. O mais seguro é fazer a oferta de benefícios flexíveis, do auxílio farmácia ao vale-combustível, por meio de um cartão multibenefícios. O vale-gasolina da Pluxee entre outras vantagens traz tranquilidade por permitir o acompanhamento das despesas de utilização. Daí a importância de contratar uma empresa administradora de benefícios flexíveis que te dará um suporte jurídico para atuar em conformidade com a lei.

6 - A oferta desse tipo de benefício impulsiona a produtividade e o engajamento.

Totalmente verdade! Segundo a consultoria Robert Half, poder escolher as opções de benefícios mais adequadas à rotina é o desejo da maior parte dos brasileiros. E é claro que essa possibilidade impacta diretamente a qualidade das entregas, o bem-estar e a satisfação no trabalho.

7 - Benefícios flexíveis reforçam a imagem de marca empregadora.

Verdade! Ao perceber que a companhia se preocupa com os desejos e as necessidades da sua equipe, os colaboradores tendem a se sentir pertencentes e acolhidos. E o melhor: transmitem essa vivência para outros colegas, fazendo tal mensagem reverberar pelo mercado de trabalho como um todo.

8 - O profissional pode mudar de ideia depois de escolher o pacote de benefícios que deseja.

Verdade! É simples viabilizar essa mudança. Caso não queira algum benefício no momento e mude de ideia depois (ou vice-versa), é possível aderir ou desistir posteriormente. Tais mudanças podem ser feitas junto à operadora de benefícios. Escolha um fornecedor que tenha um sistema de gestão 100% digital. Isso vai facilitar muito o trabalho operacional da gestão de benefícios na sua empresa.

9 - A empresa consegue fazer a gestão dos benefícios flexíveis facilmente.

Verdade! Principalmente se você escolher uma operadora que trabalhe com um cartão multiuso para ofertar crédito ao colaborador. Com o cartão de benefícios para funcionários, o RH tem um sistema único de gestão e controle dos valores. É uma mão na  roda para o dia a dia do departamento.

Concluindo

Os benefícios flexíveis são ótimas formas de engajar e motivar a equipe! E você ainda mostra que se preocupa com cada um dos integrantes. Afinal, disponibilizar o que eles desejam por meio de um pacote de benefícios flexíveis é muito valioso para o dia a dia!

Assim, todo mundo sai ganhando. E aí, quer ajuda para implementar esse tipo de recurso? A Pluxee tem uma série de soluções para apoiar você na oferta de um pacote de remuneração que vai além do salário e vai motivar sua equipe. Faça sua cotação abaixo e solicite uma proposta

Vem pra Pluxee

Faça sua cotação de Pluxee Multibenefícios