• Início
  • Sodexo Insights
  • Desenvolvimento de líderes em 5 passos

Gestão de negócios

Desenvolvimento de líderes em 5 passos

Veja o que mudou no mundo corporativo e saiba como capacitar e treinar uma liderança humanizada e eficiente

 

Artigo - rh apoiar gestores.jpg

 

Trabalho remoto, diversidade sendo colocada em prática, humanização da liderança... O mundo corporativo está se transformando em uma velocidade fora do previsto. A pandemia de Covid-19 acelerou o processo e as empresas entenderam que precisam se adaptar à nova realidade ou perderão seu capital mais valioso: as pessoas.  

Nesse novo contexto, é fundamental contar com líderes alinhados a essa cena, bem treinados e capazes de manter um ambiente de trabalho produtivo e saudável. Quer saber quais são as competências essenciais e como transformar seus líderes? É o que mostraremos neste artigo. Veja também:

 
O que mudou no mundo corporativo?

Os últimos dois anos foram difíceis e transformadores. Com o isolamento social forçado pela pandemia, o home office foi introduzido na rotina dos colaboradores, os líderes se viram obrigados a se reinventar para lidar com as equipes a distância, e a vida e os problemas pessoais passaram a fazer parte das reuniões de trabalho. Mudanças que devem permanecer como legado.
 
A 4a edição da pesquisa Tendências de Gestão de Pessoas, publicada pelo GPTW, não deixa dúvida de que, em 2022, os holofotes serão direcionados para a liderança. A capacitação de líderes é uma das prioridades de quase todas as empresas ouvidas: 94,3% responderam que pretendem investir nesse aspecto.
 
Isso porque é preciso ter líderes bem preparados para assumir uma nova forma de gestão, com mais empatia e com uma abordagem humanizada, mesmo que a distância.
 
Outro ponto relevante do estudo é o indicativo de que o principal empecilho para a inovação tem sido a mentalidade da liderança. Eis aqui uma dor que precisa ser resolvida com urgência. A saída está na capacitação, que é de responsabilidade da companhia.

 
 5 passos para realizar o desenvolvimento de líderes

1. Conheça os gestores
 
O primeiro passo é fazer uma avaliação, identificando suas características, dores, oportunidades de melhora e habilidades, entre outros aspectos importantes. Só a partir dessa análise é possível traçar planos que tragam resultados efetivos. É preciso mapear as lacunas de competência, entender os pontos fracos para intervir com propósito e reforçar as qualidades de cada um. Capacitação é a palavra-chave.
 
2. Trabalhe a inteligência emocional
 

Um líder com inteligência emocional tem mais facilidade em gerir equipes diversas, inspirar pessoas e despertar a empatia, criando um ambiente em que haja confiança mútua e transparência.
 
Quando o gestor se mostra capaz de gerenciar as próprias emoções, entender os colegas e tomar decisões coerentes, dá o melhor exemplo. O resultado é uma equipe alinhada e produtiva. Invista em treinamentos focados em desenvolver a inteligência emocional.

3. Humanize a liderança e a empresa
 
Líderes comprometidos com o bem-estar de suas equipes são capazes de engajá-las. Quando as pessoas se sentem acolhidas, respeitadas e suportadas pelos gestores, há melhora no clima organizacional, mais produtividade, colaboração, desenvolvimento e, consequentemente, retenção de talentos e o fortalecimento da marca empregadora.  
 
O RH precisa dar o suporte necessário para que o gestor possa ser empático e adapte os processos da empresa de forma sensata de acordo com as necessidades de cada colaborador. A busca pelo equilíbrio entre trabalho e vida pessoal está cada vez mais latente e é preciso estar alinhado a esse propósito. A liderança humanizada deve ser uma prioridade, sobretudo em um momento em que vemos um grande aumento nos casos de burnout.
 
Os benefícios entram como ponto de apoio. Vale apostar em um portfólio focado na saúde física e mental dos funcionários, ajudando-os a conquistar mais qualidade de vida. Por exemplo: o Apoio Pass, da Sodexo, garante assistência jurídica, financeira, orientação social e psicológica, um suporte completo extensível aos familiares.
 
Outro ponto fundamental é trabalhar os temas de DE&I como estratégicos. Mais do que definir as metas, é preciso praticar diversidade, equidade e inclusão. E o exemplo vem da liderança, que precisa se despir de preconceitos e abraçar esses caminhos. O gestor é responsável por garantir uma experiência acolhedora, permitindo que os profissionais prosperem. Dar oportunidades iguais, estar atento a qualquer desconforto e assegurar que os direitos sejam respeitados. A mudança do mindset precisa acontecer.
 
4. Incentive o processo constante de feedback
 
Foi-se o tempo em que era preciso marcar dia e hora com o gestor para receber uma resposta sobre o desempenho individual. O feedback espontâneo se mostra muito eficiente e ajuda a corrigir desvios de rota em tempo real. As novas gerações já chegam com essa expectativa de respostas imediatas, mas é preciso também saber conduzir as mais antigas nesse caminho de troca mais constante.

Leia mais: como entender o que a sua equipe busca, mesmo a distância!

5. Prepare os líderes do futuro

Conhecendo os funcionários é possível apontar quem tem um perfil de liderança e começar a desenvolver esses profissionais desde cedo. Esse caminho é muito eficiente, pois o colaborador já tem a cultura empresarial incorporada e se sente ainda mais estimulado, vislumbrando o crescimento na companhia.

 É fundamental investir em ferramentas adequadas para que ele possa treinar suas habilidades e atingir seu potencial. Nesse pacote entram subsídios para cursos, sessões de coaching, programa de mentoria com líderes e outras oportunidades de desenvolvimento. Para esses casos, um cartão Sodexo Multi é ideal. O cartão pré-pago bandeirado dá liberdade para a escolha de cursos de acordo com o perfil de cada um.
 
Concluindo

O mundo corporativo está mudando com rapidez e é preciso acompanhar as novas demandas dos profissionais para reter os melhores talentos. Nesse sentido, uma liderança humanizada e bem preparada é o ponto de apoio das empresas.
 
O desenvolvimento de líderes é fundamental e, para tanto, há cinco fatores essenciais:

  1. Analisar os perfis da liderança, identificando pontos fracos e fortes e capacitá-la.
  2. Investir na inteligência emocional para garantir confiança e transparência entre todos do time. 
  3. Apostar na humanização da liderança e olhar para as pessoas com empatia. 
  4. Incentivar os feedbacks espontâneos e frequentes. 
  5. Preparar os líderes do futuro dentro de casa.

Nós, da Sodexo, podemos te ajudar nessa jornada de desenvolvimento da liderança com um pacote completo de soluções para melhorar a experiência de trabalho de cada colaborador. Conte conosco!
 

 

Quero saber mais sobre as soluções Sodexo

thumbInscreva-se para receber novos conteúdos