• Início
  • Sodexo Insights
  • Delivery para pequenos restaurantes e lanchonetes

Gestão de negócios

Delivery para pequenos restaurantes e lanchonetes

Como microempreendedor, você também pode oferecer um ótimo serviço de delivery e fidelizar seus clientes. Saiba mais no artigo

Delivery de qualidade para restaurantes e lanchonetes

Quem conseguiu permanecer com uma boa estrutura de negócio durante o período de pandemia pode ver (e até aproveitar) algumas alternativas para expandir as operações e alcançar novos mercados. Para aqueles microempreendedores que ainda não aderiram ao delivery, o momento pode ser de grandes oportunidades para bares e restaurantes.

Embora muita gente não saiba por onde começar ou mesmo quais são os passos para utilizar o delivery como um recurso de sucesso no ramo de alimentação, você pode ficar despreocupado. Neste texto, vamos ajudar você a tirar as principais dúvidas sobre o assunto e a finalmente embarcar nessa chance de impulsionar os resultados do seu negócio!

Então, que tal irmos direto ao que interessa? Fique atento para não perder nenhum detalhe e aproveite a leitura!

Como o delivery pode ajudar a vender mais?

O atendimento delivery já era um recurso bastante atrativo antes da pandemia, mas foi depois das orientações de isolamento social e quarentena que o serviço bombou de uma vez por todas e manteve o consumo dos brasileiros lá em cima. Mesmo agora, quando a maior parte das pessoas já começou a retomar algumas atividades presenciais, a alternativa é uma boa opção quando a vontade é ficar em casa ou não se expor ao risco de contaminação. Além disso, essa é uma opção bacana para as refeições, principalmente quando a família está reunida e cozinhar para todos se torna mais trabalhoso.

Do outro lado da moeda, os estabelecimentos que oferecem delivery podem desfrutar de muitas vantagens com esse tipo de serviço, já que as pessoas tendem a consumir mais estando em casa, considerando o fato de não gastarem com deslocamento e afins. Além disso, você consegue manter um bom ticket médio, mesmo em dias de chuva forte, por exemplo, quando as pessoas preferem não sair de casa.

Ah, e falando em casa… Sabe aqueles dias de casa cheia em que você está no total de capacidade do salão? Com o delivery você pode continuar atendendo e faturando. Basta divulgar nas redes sociais alguma vantagem atrativa em optar pelo serviço.

Como um microempreendedor pode desenvolver o delivery em seu negócio?

Em geral, o microempreendedor tende a achar que o atendimento delivery é composto apenas da contratação de um motoboy responsável por realizar as entregas. Acontece que não é bem assim e você pode tornar esse serviço muito mais estratégico no seu restaurante. Quer saber como? Então, vem com a gente!

Tenha um planejamento

Como abrir um delivery? O primeiro e mais importante passo é ter um bom planejamento. Não basta você oferecer o serviço de restaurante delivery se ele for mal pensado, gerar atrasos e proporcionar entregas ruins, porque isso vai prejudicar a satisfação do seu público.

Para que o serviço seja de qualidade e tenha o efeito esperado, é preciso planejar toda a sua infraestrutura e fluxo de execução. Por exemplo:

  • você vai ter uma equipe interna ou vai contratar motoboys para prestar o serviço?
  • a empresa vai adotar um sistema interno de pedidos ou vai aderir aos aplicativos de delivery?
  • vai ser cobrada alguma taxa pelas entregas?
  • que formas de pagamento você vai aceitar no delivery? Lembre-se de que muitas pessoas optam por pagar com vale-refeição.

Essas perguntas são importantes para entender como o delivery funcionará estrategicamente dentro do seu negócio. Dessa forma, você consegue implementar esse sistema com mais precisão, alinhando-o à realidade do negócio e à expectativa dos clientes.

Organize a sua estrutura interna

Quando você abre a possibilidade de trabalhar com negócio de delivery, é preciso considerar que talvez haja uma demanda maior e um aumento relativo no número de pedidos. Além do público presente no local, você também terá que liberar as entregas, que devem ser realizadas em um tempo satisfatório.

Por isso, em alguns casos, pode ser necessário aumentar a equipe e adaptar o local de trabalho, incluindo a cozinha e a área de retirada pelos motoboys. Também é fundamental criar um fluxo de trabalho que funcione de acordo com a ordem de prioridade dos pedidos, evitando atrasos em ambas as modalidades.

Analise a concorrência

Antes de abrir restaurante delivery, analise a concorrência. A sua concorrência pode ser um bom parâmetro de comparação para entender como está indo o desempenho do seu restaurante delivery. No entanto, tenha atenção: compare-se apenas com outros negócios do mesmo tamanho. Você pode mirar nas grandes empresas, mas trabalhe sempre para ser o melhor da sua categoria.

Além disso, quando você entra no mercado de delivery, a concorrência costuma ser bem acirrada. Praticamente todo microempreendedor já se deu conta de que existe uma boa oportunidade aí. No entanto, o seu foco deverá ser a diferenciação. Você deverá se concentrar no seu cliente para proporcionar além daquilo que os outros oferecem.

A verdade é que o seu delivery pode ser apenas uma opção complementar "mais ou menos", em que o cliente pede a comida e recebe tudo okay, sem muitas novidades. Ou você pode transformar essa modalidade em uma experiência surpreendente e inovadora, seja com:

  • embalagens de alto nível ou sustentáveis;
  • um atendimento cordial mesmo na entrega; ou
  • gestos inesperados, como um cupom de desconto na próxima compra, chicletes ou até uma bebida grátis.

Aí vai da sua imaginação!

Considere ter entrega própria

Como atender bem no delivery? Contratar profissionais terceirizados pode parecer uma opção mais fácil e prática no início, mas isso pode gerar alguns problemas para o restaurante, especialmente porque esses profissionais não estão alinhados com a estratégia do seu negócio.

Portanto, é interessante considerar a ideia de ter um time interno que faça as suas entregas e que seja treinado para ir além do óbvio, o que inclui desde a utilização de um uniforme legal até a padronização da abordagem na entrega, por exemplo.

Faz toda a diferença contar com um colaborador que também se preocupa em encantar o cliente. Assim, você obtém todas as vantagens do delivery. Por isso, esse é um investimento que normalmente vale a pena para aqueles visionários, que projetam no delivery uma forma de se tornar mais competitivo no mercado.

Ofereça qualidade

Haja o que houver, a qualidade do seu produto precisa ser algo intocável na modalidade delivery. Para isso, é preciso contar com profissionais de confiança e que realizem o serviço com o maior cuidado possível. O transporte minucioso dos lanches e pratos também é crucial para que eles cheguem ao destino intactos.

É claro que existem outros aspectos envolvidos na qualidade da entrega e um dos principais diz respeito ao uso de embalagens de alta qualidade e sempre adequadas ao tipo de alimento que será transportado. Recheios de pizza misturados, molhos vazados e bebidas quentes são episódios que nunca passarão despercebidos, portanto evite-os ao máximo. Para isso, você pode trabalhar em parceria com uma empresa especializada que consiga criar ou fornecer embalagens com compartimentos próprios para o tipo de alimento que você entrega.

Isso é importante não apenas para evitar vazamentos e a mistura da comida, mas também para manter a temperatura, a crocância e a maciez de cada pedido, já que esse cuidado aparentemente tão pequeno faz toda a diferença na experiência do consumidor. Quando você se atenta a isso, seu público percebe o quanto você se dedica para satisfazer o cliente nos detalhes que importam.

Use as redes sociais para divulgação

Outro fator importante para um restaurante delivery de sucesso é investir de forma inteligente na divulgação do serviço. Hoje o microempreendedor já conta com o auxílio das redes sociais, que fazem esse trabalho muito bem e ainda disponibilizam recursos importantes para essa finalidade.

No início, além de informar o público, também é importante compartilhar as principais características do serviço, ou seja, como ele vai funcionar. Isso inclui:

  • os horários de funcionamento do delivery;
  • o tempo médio de espera para entrega;
  • os dias da semana em que ele estará disponível;
  • o custo do serviço (caso seja cobrado do cliente);
  • a região em que o serviço atende;
  • as eventuais restrições de zonas de entrega.

A melhor estratégia para isso é aquela que se adapta ao seu negócio. Talvez seja interessante investir em anúncios pagos e fazer uma segmentação do público local. Em outros casos, você pode lançar alguma promoção ou sorteio que exija compartilhamento para participar.

E caso você queira estimular o consumo por delivery (especialmente nos momentos em que houver pico de atendimento presencial), basta lançar combos e promoções on-line exclusivas para entrega. Assim, você estimula o consumo em casa e não limita seu faturamento por estar com o restaurante cheio – coloque isso no seu plano de negócios de delivery.

Diversifique as opções de pagamento

No delivery, é muito interessante dispor de opções de pagamento diversificadas. Quando você trabalha com um sistema interno, por exemplo, é possível incluir já na etapa de compra o método de pagamento do pedido, se em dinheiro, via PIX ou no cartão.

Mas se você não consegue oferecer essa opção ainda, as mesmas alternativas podem ser incluídas no atendimento, seja telefônico ou por redes sociais. Adquirindo uma maquininha portátil para cartões você pode receber tanto no débito quanto no crédito, bem como com cartões de benefícios.

É importante contar com essa variedade, principalmente para que o cliente não acabe abandonando o pedido no meio do caminho por não ter dinheiro junto com ele, por exemplo. Assim, você consegue gerar ainda mais satisfação nos clientes.

Invista em um aplicativo

Aplicativo delivery é fundamental para o sucesso de seu restaurante. A imagem do atendimento de delivery por telefone é bastante forte na memória das pessoas, mas já está a ponto de ser considerado algo do passado. Hoje, é muito mais fácil, ágil e prático fazer o pedido por meio de aplicativos especializados ou então por um app próprio do estabelecimento.

Em apenas alguns toques, o cliente consegue definir o que ele quer, com quais adicionais e ainda incluir a forma ideal de pagamento. Assim, você só tem uma tarefa: produzir a comida e entregar de maneira satisfatória.

Além de toda a facilidade, os aplicativos também são um ótimo meio para conquistar a fidelização do público. Você pode aderir a programas como o cartão fidelidade, cupons de desconto e até cashback pelos produtos pagos por esse canal.

Isso contribui muito para aumentar a recorrência de compra no próprio aplicativo e os custos para você são mínimos. Alguns desenvolvedores cobram apenas uma comissão sobre o valor da venda e caso você queira fazer o seu próprio app, esse custo nem existe!

Ouça a opinião dos seus clientes

Atendimento ao cliente de delivery é muito importante. Toda interação com o seu cliente é uma oportunidade de descobrir como foi a experiência dele com a comida e com a entrega. É claro que pode ser inconveniente pedir informações a cada pedido, mas existe uma maneira de incluir uma avaliação rápida diretamente no aplicativo.

Só que não vai adiantar nada adotar essa medida e não acompanhar os resultados. Por isso, tire um tempo do seu dia (ou da sua semana) para verificar as avaliações e considerações do seu público. Leve isso a sério e procure fazer o máximo de ajustes pertinentes para aumentar a satisfação da clientela, inclusive no delivery.

As reclamações podem ser variadas, mas simples de resolver, como:

  • o pedido demorou para chegar;
  • a comida estava fria;
  • o produto veio trocado;
  • os alimentos se misturaram;
  • o atendimento do entregador foi ruim.

Então, trabalhe persistentemente para mitigar esses problemas, adotando estratégias criativas e eficazes.

Personalize as suas entregas

Uma forma bem legal de cativar o seu público é se comunicar diretamente com ele. Você pode fazer isso de uma maneira muito simples e gentil, como uma mensagem personalizada na embalagem do lanche. Para isso, você só vai precisar do histórico de compras do cliente e de dois minutinhos a mais.

Se for a primeira vez do seu cliente, aproveite para agradecer a confiança, dizer o quanto você espera que a experiência seja agradável e desejar uma boa refeição. Se já for cliente seu há algum tempo, comece com um "que bom que você voltou" ou "estávamos sentindo sua falta". E, é claro, se o cliente for assíduo, você pode chamar pelo nome e adotar uma linguagem ainda mais próxima e amigável.

Isso vai fazer com que as pessoas se sintam importantes para o seu negócio e saibam o seu valor como clientes. Em um mundo onde tudo é feito da forma mais rápida e automática possível, é muito especial quando alguém tira um tempo para dedicar atenção especificamente para a gente, não acha?

Quais são as vantagens de ter um sistema de delivery?

A essa altura você deve estar se perguntando: por que é tão vantajoso assim adotar um sistema de restaurante delivery sendo que ele dá trabalho (pelo menos a princípio)? Se esse for o caso, fique atento às razões que nós elencamos logo a seguir.

É uma estratégia de fidelização do cliente

Como você viu, o atendimento delivery possibilita um resultado interessante que é a fidelização do seu público. Independentemente de você optar por utilizar um aplicativo de entrega de comida já existente ou tentar desenvolver um próprio, existem várias estratégias de fidelização que podem ser exploradas.

Você pode utilizar isso para fomentar o consumo de recorrência ou então para chamar novos consumidores. A exemplo disso estão os programas de fidelidade, os cupons exclusivos de desconto ou o cashback. Não sabe como essas táticas funcionam? Então, veja só:

  • programas de fidelidade: você pode estipular que a cada "x" pedidos ou a cada "y" reais consumidos por delivery, o cliente tem direto a um benefício, como entrega grátis, uma bebida ou um lanche;
  • cupons de desconto: ideais para estimular o consumo, você pode liberar cupons de R$ 10 de desconto, por exemplo, no pedido por delivery, mas só para os 10 primeiros que pedirem;
  • cashback: se você quer estimular a compra pelo app ou o pagamento à vista, pode oferecer uma porcentagem do valor pago como crédito ao cliente, por exemplo.

Oferece maior comodidade aos seus consumidores

Não é difícil entender por que o negócio de delivery cai nas graças de tanta gente, né? A comodidade de escolher uma comida do sofá da sala de casa, pedir o almoço direto no escritório ou simplesmente solucionar o problema de ter que cozinhar para toda a família é mesmo uma baita tranquilidade. Por isso, se o seu restaurante ou lanchonete estiverem preparados para atender a essa necessidade, ponto para você.

As pessoas têm uma rotina corrida e querem comer bem, de qualquer lugar. Também já se foi o tempo em que delivery era apenas lanches e fast food. Hoje, até comida saudável precisa estar no cardápio para agradar e atender ao público.

Por isso, a comodidade não diz respeito apenas a receber a comida, mas também significa poder pedir qualquer tipo de comida, seja uma pizza tamanho família ou um almocinho fitness no meio do expediente de trabalho.

Melhora o atendimento

Quando você abre novas possibilidades para atender às necessidades do seu público, você melhora o seu atendimento. Está enganado quem pensa que trabalhar no ramo da alimentação é só fornecer comida de boa qualidade. É claro que as características da comida pesam muito, mas as pessoas querem ter uma boa experiência (e esse é o segredo para vender mais também no delivery!).

Existem clientes que, apesar de gostarem da comida de um determinado lugar, escolhem outro por serem melhor atendidos. Portanto, se for para estar incluso nessa situação, prefira ser quem deixa os consumidores encantados, seja com a cordialidade, com a agilidade ou com a qualidade do seu atendimento.

E investir em um delivery de qualidade é um passo importante para isso. Se você é atento e proporciona uma experiência culinária de qualidade para o seu cliente fora do seu estabelecimento, é claro que do ponto de vista dele você é confiável o suficiente para oferecer um serviço ainda melhor presencialmente.

Maximiza os lucros

Outro ponto muito importante sobre o delivery que você já viu e que merece ser salientado é que esse sistema possibilita que você continue atendendo ao público mesmo quando o seu estabelecimento está lotado. Em muitos casos, isso pode ser um limitador, evitando também o crescimento dos lucros.

Mas quando você trabalha com restaurante delivery, além de conseguir atender o seu público de maneira mais distribuída, você pode alertar, por exemplo, pelas redes, quando o espaço está cheio. Junto disso, existe a chance de promover o delivery e ainda oferecer vantagens para quem pedir comida de casa.

A pandemia realmente veio para nos ensinar novas formas de viver e isso inclui o modo como nos alimentamos. Muitos negócios passaram por um período árduo de adaptação, mas que resultou em um desempenho muito melhor no mercado. Hoje, abrir restaurante delivery pode ser um negócio de sucesso!

Quem ainda não conseguiu se ambientar a essa nova realidade precisa arregaçar as mangas e começar a dar os primeiros passos se não quiser ficar para trás. Aderir ao delivery é apenas uma maneira de o microempreendedor oferecer mais facilidade aos seus consumidores e ainda aproveitar para aumentar seu faturamento.

Em alguns casos, o delivery deu tão certo que se tornou a principal fonte de renda dos empreendimentos. Em outros, ele se transformou na única atividade da empresa, que suspendeu o atendimento presencial e aprofundou seus conhecimentos para oferecer um serviço de delivery de alta qualidade.

Diferentemente do que encontrávamos no setor alimentício há dois anos, hoje contamos com uma grande variedade de soluções e opções que facilitam a vida de quem quer trabalhar com esse método mais híbrido. Do desenvolvimento de embalagens inteligentes até a criação de aplicativos de delivery cheios de recursos interessantes, restaurantes e consumidores saíram ganhando com a prática.

Como você viu, implementar um atendimento delivery de qualidade demanda alguns esforços e, sobretudo, uma construção conjunta com o público, que vai consumindo, dando suas sugestões e contribuindo para a melhoria do serviço. No entanto, isso não deve ser motivo para se assustar.

Comece aos poucos e encare o delivery como uma nova possibilidade, uma alternativa complementar àquilo que você já faz hoje. Embora seja muito bacana o trabalho de grandes empresas que têm embalagens de tirar o fôlego, um atendimento excepcional e custo zero para o cliente, dê passos pequenos, mas certeiros, priorizando sempre a qualidade.

Se você só puder contratar motoboys terceirizados, faça, mas contrate os melhores. Se não puder ter uma embalagem personalizada, escolha uma que preserve a integridade da sua comida. Se não puder zerar os custos para o cliente, cobre, mas certifique-se de entregar a sua melhor versão com aquilo que há disponível.

Quer mais conteúdo para o sucesso do seu negócio? Assine nossa newsletter!

Quero saber mais sobre as soluções Sodexo

thumbInscreva-se para receber novos conteúdos