Filtrar
Gestão de Pessoas

Como o RH pode ficar mais humanizado oferecendo benefícios?

22/02/22 11:18

Vale-alimentação, vale-refeição e vale-transporte são ferramentas para promover uma experiência personalizada ao colaborador

 

Benefícios para apoiar os trabalhadores

 

Lidar com pessoas é um grande desafio e, em âmbito profissional, ganha uma proporção ainda maior. Felizmente, existem algumas práticas que podem facilitar o dia a dia de quem trabalha com RH e ainda favorecer a construção de um modelo de gestão mais humanizado, organizado e produtivo. Já ouviu falar em RH humanizado? O que é o processo de humanização em uma empresa?

Essas práticas vão desde a observação atenta das demandas e desejos dos funcionários até a abertura de canais de comunicação pelos quais eles possam apresentar queixas, reclamações, elogios e sugestões aos gestores. Dentro desse conjunto, também são importantes a oferta de benefícios, como vale-alimentação, vale-refeição e vale-transporte.

Embora alguns desses benefícios sejam obrigatórios e previstos em lei, outros são facultativos para os empregadores. No entanto, cada vez mais empresas estão investindo nesses pacotes e tornando seus RHs humanizados, porque compreendem que eles dão mais poder de compra e liberdade de escolha aos funcionários.

O que é gestão 3.0?

Retorno para a empresa

Para as empresas, o investimento financeiro de tornar o RH humanizado tem retorno indireto. Os benefícios atuam como um fator de equilíbrio entre a vida pessoal e a vida profissional dos funcionários. Esse equilíbrio é o ponto de partida para um ciclo virtuoso que agrega mais qualidade de vida no dia a dia dos trabalhadores e, como consequência, gera pessoas mais satisfeitas consigo mesmas.

Pessoas mais satisfeitas tendem a ser mais produtivas dentro do ambiente de trabalho. Portanto, se os benefícios de vale-alimentação, vale-refeição, vale-transporte e até o vale-cultura fazem parte de uma estratégia ampla de acolhimento e suporte do setor de Recursos Humanos para os funcionários, a tendência é que a empresa com essa visão alcance resultados melhores e mais eficientes.

Mesmo em grandes empresas, que também precisam enfrentar o desafio de tornar a gestão de RH mais viável e prática com o auxílio da tecnologia, o compromisso com uma gestão humanizada não pode ser deixado de lado. Um bom líder, gestor ou empregador não usa as pessoas como se fossem números, mas usa os números para investir em pessoas.

 

Agora que você já conhece a importância de adotar RH humanizado, leia também:

Benefícios obrigatórios para funcionários


Fique por dentro: quais as tendências de RH para o futuro