Faça uma cotação ou ligue para 4004-4946

Filtrar
Qualidade de Vida

Como ter paciência com quem te faz... Ficar impaciente

15/02/17 13:29

A convivência é uma das tarefas mais difíceis da vida profissional (e da pessoal também)

A convivência é uma das tarefas mais difíceis da vida profissional (e da pessoal também). Às vezes, dividimos o espaço de trabalho com alguém que não desperta os nossos melhores sentimentos. Humor, desempenho e até a carreira profissional podem ser prejudicados. Tudo isso são frutos de um relacionamento mal conduzido.

Saber a causa destas provocações não é tão relevante quanto se supõe. O essencial é adquirir paciência para encarar as antipatias e cultivar o seu próprio bem-estar mental. Aprenda sete dicas para conviver de forma saudável e construir uma relação positiva com quem está acabando com a sua calma.

1. Mantenha a cabeça aberta

Uma circunstância de conflito pode trazer muito aprendizado desde que nossa mente esteja aberta a isso. Ao dialogar com alguém que não seja exatamente íntimo a você; mostre maturidade; melhor que iniciar mais uma inócua discussão é estabelecer uma interação. Seja razoável e tenha uma chance de se surpreender.

2. Veja a situação do ponto de vista do seu “adversário”

Você já se colocou no lugar da outra pessoa e refletiu se as suas atitudes também não são nocivas a esta relação? É comum que nos esqueçamos do impacto que nossos modos causam a outras pessoas. Tentar construir um pouco de empatia é um ótimo passo para entender e melhorar o relacionamento com seu colega de trabalho.

3. Pense antes de começar uma discussão

A melhor opção ao ser provocado é responder imediatamente, certo? Errado. O calor do momento altera as emoções e resulta em um embate improdutivo e com desdobramentos desnecessários. Use um mínimo de tempo a mais para refletir. Assim, você terá calma e estará mentalmente melhor para resolver o conflito.

4. Concentre-se no que você pode ganhar com uma convivência saudável

O quanto pode ser benéfico conviver de forma harmônica com alguém que não te inspire muita simpatia? Você quer interagir de forma pacífica com esta pessoa ou já está preparado para a briga? Faça estas perguntas a você mesmo e encare as interações com o colega de maneira positiva, como um exercício de autocontrole.

5. Pode ser uma questão de compatibilidade…

Flexibilidade e empatia para conviver bem com todos é mais do que necessário na hora de um possível conflito. A questão precisa ser resolvida entre duas pessoas; assim se constrói um bom acordo. Apontar apenas um lado como causador de problemas não vai resolver as coisas. Pode até piorá-las.

6. Use truques mentais para aumentar sua tolerância

O seu colega de desavenças diz: “Eu vi o projeto de apresentação que você enviou. Encontrei muitos erros e tenho algumas idéias de como fazê-lo melhor”. Agora, na mesma situação, troque o seu “adversário” por uma pessoa que você se dá bem. Certamente os sentimentos não foram iguais, não é? Que tal transformar esta simulação em um treinamento para melhorar a sua paciência?

7. Desabafe!

Dizer a alguém de confiança o que está sentindo em relação a esta animosidade faz você se sentir melhor e enxergar o fato a partir de uma perspectiva nova. Escolha uma pessoa compreensível para conversar, pois ela poderá te orientar de forma mais saudável, sem indicar posicionamentos hostis, sempre contra-indicados em ocasiões do tipo.

Veja também

Inclua atividade física durante o expediente
Qualidade de Vida

Pequenas mudanças para incluir atividade física ao horário de trabalho

19/11/17 16:00

Mesmo com o verão se aproximando, às vezes é difícil encontrar ânimo para espantar a preguiça e fazer exercícios. A gente ajuda você com essas dicas simples

Qualidade de VidaGuia da Carreira

Focar na felicidade pode alavancar sua carreira

27/10/17 09:22

“Ser feliz é uma escolha diária que requer tempo e determinação, para a realização de atividades que realmente nos trazem satisfação.”