Filtrar
Sodexo Club

Dia Mundial do Diabetes: dicas que você precisa saber

11/11/19 17:44

Soraia Batista, a nutri da Sodexo, explica o que é o diabetes e como prevenir uma doença que atinge 13 milhões de brasileiros. Leia o artigo.

 

Dicas da nutricionista para prevenir e controlar a diabetes

 

O Dia Mundial do Diabetes é celebrado em 14 de novembro. A data existe para conscientizar as pessoas sobre a doença e suas graves consequências, que incluem alta mortalidade por infartos e insuficiência cardíaca, AVC, insuficiência renal, perda da visão, alteração de sensibilidade nos membros inferiores, o que pode causar úlceras e amputações.

Segundo a Sociedade Brasileira de Diabetes, hoje, no Brasil, há mais de 13 milhões de pessoas com a doença. O número representa 6,9% da população nacional! Por isso, é importante que as pessoas leiam sobre a doença, principalmente dicas sobre diabetes e diretrizes da Sociedade Brasileira de Diabetes.

O que é diabetes, afinal?

Para entender o diabetes, é preciso saber como o nosso corpo metaboliza a glicose (açúcar):

Quando ocorre um pico de glicose no sangue, as células beta do pâncreas produzem um hormônio chamado  insulina. Dependendo da necessidade do organismo naquele momento, é definido se a glicose será usada como fonte de energia ao corpo ou se será estocada em forma de gordura. A insulina atua e, depois disso, o nível de glicose no sangue volta ao normal.

Diabetes é uma doença que pode ser causada por duas coisas e, não apenas no Dia Mundial do Diabetes, mas sempre, é importante falar sobre elas:

  • o corpo não produz insulina
  • a insulina produzida pelo corpo não exerce corretamente sua função de regular a glicose no sangue e garantir energia para a manutenção do organismo.

Se o corpo não conseguir metabolizar a glicose da maneira adequada, o nível de glicose no sangue fica alto, o que é chamado de hiperglicemia.  

Longos períodos de hiperglicemia podem causar danos à saúde, afetando coração, artérias, olhos, rins e nervos. Em casos mais graves, o diabetes pode até matar.

Quais são os tipos mais comuns de diabetes?

A nutricionista Soraia explica que existem tipos diferentes de diabetes:

Tipo 1 – Geralmente dá sinais na infância ou adolescência, mas também pode começar na idade adulta. O sistema imunológico ataca equivocadamente as células beta (produtoras de insulina). Por isso, pouca ou nenhuma insulina é liberada ao organismo e a glicose fica no sangue, ao invés de ser usada. Esse tipo afeta entre 5% e 10% do total de pessoas diabéticas e é tratada com insulina, medicamentos, atividade física e planejamento alimentar para controlar o nível de glicose.

Tipo 2 – Aqui o problema é que o organismo não consegue aproveitar corretamente a insulina que produz ou, ainda, a produção não é suficiente para controlar a glicemia. O tipo 2 está atrelado ao sobrepeso, sedentarismo, triglicérides aumentados, hipertensão e maus hábitos alimentares. Geralmente se manifesta em adultos, mas também pode ser observada em crianças. Cerca de 90% das pessoas diabéticas possuem o tipo 2. Ele pode ser tratado com atividades físicas e planejamento alimentar e também há casos em que é preciso usar insulina e outros medicamentos.

Diabetes Gestacional – Surge temporariamente na gravidez. A mulher fica com uma quantidade de glicose no sangue maior do que o normal, mas que não atinge os níveis da diabetes tipo 2. O quadro atinge entre 2% e 4% das gestantes e, geralmente, cessa depois que o bebê nasce. Mas o cuidado não pode parar, porque o quadro aumenta o risco de desenvolvimento de diabetes no futuro tanto na mãe como no bebê. Por isso, toda gestante deve fazer o exame de diabetes durante o pré-natal.

Pré-Diabetes

É um alerta para pessoas com níveis elevados de glicose no sangue, que ainda não chegam aos níveis da diabetes tipo 2. Estão nesse grupo obesos, hipertensos e é pessoas com alterações nos lipídeos. “É importante ficar atento ao diagnóstico de pré-diabetes, porque esta é a única etapa em que a doença ainda pode ser revertida”, explica Soraia. . Nesse quadro, as dicas sobre diabetes são, basicamente, fazer o controle para impedir a evolução do diabetes e suas graves consequências.

Quais são os sintomas do diabetes?

Os principais sintomas da diabetes são: sede e fome em excesso e vontade de urinar muitas vezes ao dia, além de:

Tipo 1 – perda de peso, fraqueza, fadiga, nervosismo, mudança de humor, náuseas e vômitos.

Tipo 2 – Infecções frequentes, visão embaçada, dificuldade na cicatrização de feridas, formigamento nos pés e mãos e a ocorrência de furúnculos.

Dicas sobre diabetes – como prevenir diabetes?

A forma mais adequada para prevenção da diabetes e o controle do pré-diabetes é ter hábitos saudáveis. “Manter uma alimentação equilibrada, praticar atividade física, evitar fumar e não consumir bebidas alcoólicas em excesso podem prevenir a doença”, afirma Soraia: “o estilo de vida saudável é válido para evitar outras doenças crônicas e não só o diabetes”.

O consumo de frutas, legumes e verduras ajuda no controle do peso e os fitonutrientes presentes nesses alimentos contribuem para a prevenção do Diabetes Tipo 2 e suas complicações.

Alimentos não processados como cereais integrais e a ingestão de fibras em maior quantidade também ajudam a proteger seu organismo contra a diabetes e seus efeitos.

Agora que você já sabe sobre o dia Mundial do Diabetes e conheça dicas de prevenção e cuidados, que tal começar a levar uma vida mais saudável agora? Confira outras dicas aqui:

Informação é o primeiro passo para uma alimentação saudável

Quais são os truques que só as nutris sabem?

Segredos para ser saudável durante toda a vida